Crianças programando?

0
27
crianças no computador

O sucesso do futuro se constrói no presente. É com este pensamento que o Code Club Brasil, uma organização sem fins lucrativos, ensina crianças a programarem de maneira divertida, com a missão de educar novos profissionais para o mercado e, acima de tudo, formar cidadãos que irão escrever as páginas subsequentes do nosso país.

A Wide entrevistou Felipe Fernandes, um dos coordenadores do projeto. Ele nos conta sobre a história deste trabalho, fala sobre as principais metodologias utilizadas e quais tipos de habilidades as crianças aprendem no Code Club. Confira!

“Aprender a programar melhora a capacidade cognitiva na tomada decisões”

WIDE O que é o Code Club Brasil e qual a principal meta deste projeto? E como surgiu a ideia de desenvolvê-lo no Brasil?
FELIPE FERNANDES 
Code Club Brasil é a versão nacional de uma rede mundial de atividades extracurriculares gratuitas, gerenciada por voluntários, com o objetivo de ensinar programação às crianças.

Nossa principal meta é permitir que haja, em cada escola brasileira, um clube de programação, permitindo que toda criança, independente de situação financeira, tenha a oportunidade de criar seus próprios aplicativos utilizando conhecimentos de programação.

O Code Club Brasil nasceu com um insight do Everton Hermann no início de 2013 depois que ele viu um vídeo chamado “O que as escolas não ensinam” (http://youtu.be/FWNkrZ93DVM), produzido por um outro projeto chamado Code.org, que é mantido por nomes bem conhecidos como Mark Zuckerberg, Bill Gates e Will.I.Am; na ocasião ele focou em traduzir alguns vídeos, entrou em contato com as criadoras do projeto na Inglaterra (Clare Sutcliffe e Linda Sandvik) e montou o site brasileiro.

Eu entrei no projeto em meados de 2013, durante uma pesquisa sobre metodologias de educação diferenciadas para ensino de programação para aplicar na instituição que eu dou aula; acabei esbarrando no mesmo vídeo e algumas matérias publicadas em revistas especializadas de tecnologia, entrei em contato com o Code Club UK, e fui direcionado para falar com o Everton. Também comecei ajudando na tradução do material e lições, mas logo consegui a oportunidade de criar um clube na instituição que dou aula no Complexo do Alemão. A partir daí, fui me envolvendo cada vez mais no projeto ajudando na comunicação online, redes sociais e administração do blog de voluntários.

WIDE Ensinar uma criança a programar pode não ser uma tarefa tão simples assim. Como vocês trabalham? Quais são as principais metodologias utilizadas?
FELIPE FERNANDES
 Creio que o grande diferencial é a diversão. Já nos primeiros meses, as crianças participam dos clubes desenvolvendo coisas que elas gostam e consomem muito como jogos e animações, então nós apenas ensinamos como usar as peças.

O material didático é desenvolvido pelo Code Club UK, nós traduzimos e adaptamos para nossa realidade cultural, para que o entendimento seja bem completo. Durante o programa de ensino, nós focamos na lógica de programação, com o Scratch (scratch.mit.edu) e posteriormente na sintaxe, com HTML e Python.

WIDE E quais tipos de habilidade as crianças aprendem no Code Club?
FELIPE FERNANDES
 Aprender a programar melhora a capacidade cognitiva na tomada de decisões, além de auxiliar no entendimento de disciplinas de exatas como Matemática e Física.

Nosso programa de ensino aborda a lógica de programação, HTML/CSS, Python, e futuramente, Robótica com Arduino.

“O interessado pode apoiar o projeto cedendo um espaço com computadores para criar um clube”

WIDE Qual o mapa de atuação de vocês no Brasil?
FELIPE FERNANDES
 Já possuímos aproximadamente 20 clubes no país funcionando nos estados do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Petrópolis, Porcinucla), São Paulo (Campinas, Ilha Bela), Rio Grande do Sul (Porto Alegre, Braga), Minas Gerais (Juiz de Fora, Belo Horizonte), Ceará (Fortaleza), Pernambuco (Recife) e Mato Grosso do Sul (Campo Grande), e expandindo cada vez mais.

WIDE Como as pessoas podem apoiar ou ser voluntárias do Code Club Brasil?
FELIPE FERNANDES
 O interessado pode apoiar o projeto cedendo um espaço com computadores para criar um clube, participando de um clube já existente na cidade onde reside, ou então ajudando na tradução e adaptação do material em inglês para português. Em todos os casos é importante que o voluntário entre no site http://voluntarios.codeclubbrasil.org, se conecte com sua conta Google ou Facebook. Se quiser apoiar o projeto de outra forma ou tiver alguma dúvida é só mandar um e-mail para [email protected]

Deixe uma resposta